Procuradores do Estado visitam Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça

Procuradores do Estado visitaram hoje as sedes dos Poderes Legislativo e Judiciário do Estado de Goiás. Tendo à frente a Procuradora-Geral do Estado, Juliana Diniz Prudente, os 29 novos procuradores, nomeados no último dia 19, foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa (Alego), deputado Lissauer Vieira, e do Tribunal de Justiça (TJ-GO), desembargador Carlos Alberto França. Também participaram das visitas institucionais os subprocuradores-gerais do Contencioso, Frederico Tormin, e Administrativa, Luciana Rezende, além dos Procuradores Rafael Arruda e Adriane Naves, respectivamente, presidente e integrante da Comissão Organizadora do XIV Concurso para Procurador do Estado Substituto.

Na Alego, os procuradores foram recebidos na sala da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Casa, e também conheceram o plenário e o salão nobre. O novo prédio,  44 mil metros quadrados de estrutura física, foi inaugurado na quarta-feira, 27. “A sede da Alego hoje está à altura das atribuições deste poder, tão fundamental para o povo goiano”, destacou a Procuradora-Geral, lembrando que a Constituição Federal estabelece que os Poderes são independentes e harmônicos. “Essa harmonia sempre tivemos, desde o inicio desta gestão, com parceria empreendida em prol da implementação das políticas públicas”, destacou Juliana, observando que muitas vezes a harmonia é deixada de lado. “Em Goiás, ela tem sido fundamental”.

Lissauer deu as boas-vindas aos novos procuradores, dos quais apenas três são goianos. Os demais são oriundos de 14 outros estados. “Agradeço a todos, e de forma especial à Juliana, pela parceria e pela sintonia nesses quase três anos e meio”, afirmou o presidente do Legislativo. “A atuação da PGE foi fundamental para a recuperação do Estado. Goiás foi o primeiro a ingressar no Regime de Recuperação Fiscal, negociando suas dívidas, e o papel da PGE foi determinante, com a participação ativa da Procuradora-Geral de todas as discussões”, reconheceu Lissauer Vieira. “Hoje, Goiás equilibrou suas finanças e com certeza cumprirá com seus compromissos, fazendo investimentos”, concluiu.

Convidado a falar pelo presidente da Assembleia, o procurador do Estado Pérsio Martins da Rocha agradeceu e disse que a PGE realizou o melhor concurso para o cargo de procurador dos últimos tempos no Brasil. “E muitos estados promoveram concursos na mesma época”, ressaltou, acrescentando que o certame de Goiás foi o que teve a melhor organização. O procurador Rafael Arruda também falou, enfatizando a mudança de paradigma na relação da PGE com o Legislativo. “Nós, procuradores, somos parceiros da administração pública”, sintetizou.

Judiciário

No Tribunal de Justiça, os procuradores do Estado foram recebidos no plenário do Órgão Especial. O diretor de Cerimonial e Relações Públicas, Roberto Nascimento, guiou a visita, falando sobre a estrutura do TJ. Depois, o grupo foi recebido pelo presidente e pelo corregedor do TJ, desembargadores Carlos França e Nicomedes Borges. “O Tribunal de Justiça sente-se prestigiado com essa visita. Sabemos que o Estado de Goiás estará bem representado por essa juventude, cheia de vontade de fazer”, afirmou Carlos França.

Ao desejar boas-vindas, Carlos França revelou que é mineiro que chegou a Goiás quando passou no concurso para juiz e foi acolhido pelo povo goiano, que ele definiu como receptivo e atencioso. “E podem se preparar que as milhares de intimações continuarão chegando”, brincou o presidente do TJ, a respeito do crescente número de intimações que a PGE recebe da Justiça Estadual, chegando a 48 mil por mês. 

A Procuradora-Geral do Estado, Juliana Diniz Prudente, falou sobre a parceria com o TJ e a boa convivência. “Sempre somos ouvidos, encontramos as portas abertas. E temos de destacar a compreensão do Judiciário goiano com o valor do dinheiro público”, afirmou Juliana. No TJ, o procurador Túlio Roberto Ribeiro falou em nome dos colegas. Ele era servidor do Judiciário goiano e pediu exoneração do cargo de assistente de juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública Municipal de Goiânia para tomar posse como procurador do Estado. “Iniciei aqui como estagiário, minha vida profissional, até então, foi no TJ”, disse o procurador.

Joomla Gallery makes it better. Balbooa.com

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.